Uma experiência agradável e vazia

Anesta revisão falamos sobre The Magnificent Trufflepigs, um jogo que opta por usar uma trama romântica para complementar a simulação de detecção de metal

The Magnificent Trufflepigs foi desenvolvido por Thunkd, que faz o seu próprio com este título estréia no mercado e é distribuído pela AMC Games. É um jogo de simulação realista, que reproduz a experiência de detecção de metal, no entanto, o que o distingue de vários outros títulos aparentes para este gênero é o sotaque forte que coloca em trama.
Apesar desse recurso único, o jogabilidade mínima e tendencialmente repetitivo tornam o título um experimento parcialmente bem-sucedido, certamente capaz de satisfazer aquela fatia de jogadores que estão procurando por um certo tipo de experiência, mas definitivamente nada apetitoso para os outros. Vamos descobrir nesta revisão porque The Magnificent Trufflepigs não acerta o alvo.

Fugir da cidade

Quando começamos The Magnificent Trufflepigs, ficamos sabendo imediatamente Beth, um de protagonistas do jogo. Ele está localizado na fazenda onde, quando criança, ela costumava ir com seu pai para se dedicar à detecção de metais. Como pode ser visto por algumas ligações que ele faz, o lugar foi vendido e em breve será radicalmente reformado; antes que isso aconteça, ela pretende percorrer seus campos em busca de objetos escondidos pela última vez.
Incapaz de envolver qualquer um de seus amigos no empreendimento, Beth decide ligar Adão, uma antiga paixão dela, e esta última concorda em se juntar a ela. A tensão entre os dois é palpável, também porque – como Adam logo percebe – certamente não é uma coincidência que a garota decidiu contatá-lo novamente naquele momento.
O enredo do jogo continua e abrange o cinco dias que os dois se dedicam à pesquisa. O que eles encontrarem será diferente de suas expectativas e isso levará Beth a questionar alguns momentos de seu passado. Os longos confrontos que ela terá com Adam também a levarão a reconsiderar algumas escolhas de vida e, talvez, querendo que ele fizesse parte de seu futuro novamente.
The Magnificent Trufflepigs Review: Uma experiência agradável e vazia

Head Down For The Fields – The Magnificent Trufflepigs Review

O jogo usa o ponto de vista em primeira pessoa e nos coloca no lugar de Adam. Como mencionado na primeira parte da análise, a jogabilidade de The Magnificent Trufflepigs se concentra em simulação realista da experiência de detecção de metal. Isso implica que o principal componente lúdico do título consiste em cruzar campos equipados com detectores de metal para identificar a possível presença de “tesouros”. No caso (bastante frequente) em que você encontrar algo, você terá que use uma pá e uma pá para desenterrá-lo; finalmente, quando o objeto for lançado, será possível tire uma foto dele para ser enviado por mensagem ao seu parceiro de pesquisa. Se a descoberta for importante, ela entrará em contato conosco via Walkie Talkie.
A execução dessas ações não apresenta críticas particulares e o jogador levará pouco tempo para se deixar levar pelo sistema. Essa simplicidade é uniforme excessivo, especialmente se levarmos em consideração o fato de que os procedimentos de busca e escavação representam os únicos elementos verdadeiramente lúdicos do título. Em particular, o facto de estas operações decorrerem sempre da mesma forma reduz consideravelmente a capacidade lúdica do jogo que, apesar da duração relativamente curta, acaba por ser chato e repetitivo.
Por outro lado, não nos é possível pensar que por trás dessa tendência à extrema simplicidade haja uma escolha consciente de desenvolvedores. Talvez, a equipe estava apenas com o objetivo de fazer um experiência específica, através do qual transmitir serenidade ao jogador, incentivá-lo a explorar o cenário com calma e, por fim, ao invés de perseguir conquistas, focar na evolução da relação entre os dois protagonistas.
The Magnificent Trufflepigs Review: Uma experiência agradável e vazia

Adam, Beth e a bela paisagem inglesa – crítica do The Magnificent Trufflepigs

Para tornar mais concreta a hipótese de que a jogabilidade mínima é o resultado de uma escolha bem pensada, existe a gráficos 3D detalhados que o jogo propõe. Por meio dele, você tem a oportunidade de mergulhar em um ambiente bucólico e sereno, o que incentiva a exploração e, também graças a um bom setor de som, sugere um ritmo constante de jogo.
Com o passar das horas, porém, percebe-se um limite do cenário: seu ser repetitivo. Não há particularidades que façam com que os cenários individuais se destaquem e consequentemente, apesar da boa realização técnica, perdem o encanto rapidamente. Como no caso da jogabilidade, fica-se com a impressão de que é superado na busca pela simplicidade.
Então, passamos a falar sobre o único elemento realmente complexo do jogo: seu enredo. Isso é especialmente notável para o equilíbrio entre elementos românticos, sem dúvida central, e aqueles mistério, o que o torna intrigante. Além disso, a escolha de não inserir passagens excessivamente dramáticas confere originalidade e frescor ao seu desenvolvimento.
Infelizmente, a escolha de continuar a história apenas por meio de conversas remotas e durante os filmes limite de engajamento do jogador. Se os desenvolvedores tivessem jogabilidade mais integrada na narrativa, o primeiro provavelmente teria se beneficiado: as ações que o jogador é chamado a realizar teriam assumido um valor narrativo, o que compensaria pelo menos parcialmente por sua mecânica monótona.
The Magnificent Trufflepigs Review: Uma experiência agradável e vazia

Conclusões

Tendo chegado às conclusões desta análise, ainda não temos certeza sobre a classificação a ser atribuída The Magnificent Trufflepigs: é um jogo difícil de avaliar, que faz algumas coisas muito bem específicas e que também pode contar com a sua própria personalidade específica, sem dúvida fascinante.
Em vista disso, no entanto, nossa opinião é negativa. Isso porque, na opinião do redator, o título é falho no que é o elemento fundamental: a jogabilidade. O aspecto lúdico nunca deve ser secundário dentro da economia de um videogame e se, como neste caso, você pretende usar a história como principal força motriz, deve ser capaz de criar uma estrutura de jogo integrada com ela.
The Magnificent Trufflepigs foi lançado em 3 de maio de 2021 e está disponível para PC e Nintendo Switch. Se você estiver interessado em ler outras análises ou se quiser ficar por dentro das novidades do mundo dos videogames, continue nos acompanhando no Entierradegamers. Você pode comprar este título e muitos outros através do Instant Gaming.

Pontos a favor

  • Gráficos bem feitos
  • Enredo envolvente
  • Pontos contra

  • Jogabilidade monótona e repetitiva
  • Ambiente desprovido de personalidade
  • História não integrada com o aspecto lúdico
  • (em oferta na amazon.it)A não perder!